Mulher traída é fogo!

6 Comentários:

Lance disse...

AOIEGAEOIG, se eu visse meu carro assim...rapá, daria uma de "Esse carro nem é meu, coitado do dono", IOAEJG, rox ;D

Srta.Lua disse...

kkkk, lost dog foi legalkkkk

mas ela até que foi boazinha, já imaginou se ela ataca o carro com as picaretas e ele dentro!!!!!?

Anderson Lopes disse...

"Espero que a Buc&t@ dela tenha valido a pena! Filho da P..."

Essa pegou pesado. UAEHUaheuAEHUaehUA

[...]Link para Sexta-Feira 03/04/09[...]

Renan Carlos disse...

Caraio se eu vice meu carro assim cara eu faria o mesmo com a minha muieh...pode me bate me chinga me desossa mais naum meche no meu carro...pqp q muieh fia da puta cara...vsf vaca...huashuasuhsauhsahu

Ordinário disse...

Não é machismo, mas a maioria das mulheres não sabe o valor que um carro tem para um homem! Ou melhor, até sabem! Bate em mim, mas não mexe no meu carro!

Anônimo disse...

homem só sabe com quem esta se metendo quando elas tomam as redias se toda mulher desse uma surra e colocasse pelo menos dois pares de chifre nesses idiotas eles nao fariam isso , e os coitados dos carros nao sofreriam tanto....

Postar um comentário

Regras:
-O comentário precisa ter relação com o assunto!
-Se quer seu comentário aprovado não faça SPAM!
-Comentários ofensivos serão cortados de cara!
-Para deixar sua URL comente com OpenID.
-Para comentários irrelevantes ao post, dúvidas, sugestões e avisos em geral, use o link 'Contato' no cabeçalho do blog.
Os comentários não refletem a opinião do editor!

Related Posts with Thumbnails

Twittadas Ordinárias

    follow me on Twitter

    Comentários Ordinários

    agregadores

    Quantos já visitaram PageRank

    O conteúdo desse blog é extraido de sites da internet, da contribuição de leitores e amigos e da cabeça ordinária deste blogueiro e não possui qualquer controle de créditos, copyright e copyleft. Qualquer violação de direitos autorais deve ser comunicada, para que a imagem, vídeo ou texto seja retirado de imediato!

        Copyright ©2009-2010 Pessoa Ordinária. All rights reserved.

    TOPO